Justiça prorroga funcionamento do aterro sanitário de Marituba/PA até 2023

O Grupo de Pesquisa Avaliação Ambiental de Grandes Projetos na Amazônia- GAAGPAM vem desenvolvendo pesquisa sobre os impactos socioambientais do Aterro Sanitário de Marituba, e o professor André Farias, coordenador do grupo concedeu entrevista sobre o tema para a reportagem da TV Record Brasil, alertando sobre o agravamento das questões de saúde e impactos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *